Meu Trabalho Merece Respeito (e Remuneração)

Meu Trabalho Merece Respeito (e Remuneração)
setembro 10 09:59 2011 Imprimir este Artigo
Publicidade

Quando se vai ao médico, ao dentista, ao psicólogo, paga-se primeiramente pela consulta para obter um diagnóstico e depois, paga-se o tratamento adequado.

Então pergunto: Por que advogado não pode cobrar por uma primeira reunião? Advogado também paga impostos, também se alimenta, abastece seu carro, usa roupas, sapatos etc. Por que teria que trabalhar de graça?

O cliente entra em sua sala, você perde horas ouvindo detalhadamente o caso dele, questiona, pensa, analisa quais as chances de êxito num litígio… Se isso não valesse nada, qualquer pessoa faria, certo?

A maioria dos advogados, não cobra por todo esse trabalho. Alguns, por medo de que o cliente se assuste. Mas oras, se o problema do cliente não vale um valor “X” para que seja obtida uma boa resposta precisa sobre o assunto, sobre as chances de êxito, certamente não valerá sua atenção e muito menos a atenção do judiciário.

Alguns advogados acham o valor de uma consulta muito insignificante para ser cobrado. De fato, o que são R$100,00 diante de causas que o lucrarão R$ 100.000,00? Pra que se indispor com o cliente e correr o risco de deixá-lo procurar outro colega, que não cobrará nada pela consulta?

Então, alguns advogados preferem não arriscar.

“Meu concorrente não cobra, então também não cobrarei”. Discordo! Ninguém precisa ser mero repetidor do trabalho alheio. Acredite no potencial do seu escritório, na seriedade da sua administração. Ressalte, acentue os pontos fortes, os diferenciais oferecidos, a qualidade de seu trabalho. Para isso, estruture-se adequadamente.

Como diz o palestrante e também consultor em Marketing Jurídico, Alexandre Motta: “Quem ganhará uma concorrência, o advogado/escritório estruturado ou o não estruturado?”. Resposta óbvia, não é mesmo?

E o que é ser um advogado/escritório estruturado?

Primeiramente queira crescer. Cuide da sua imagem, apareça nas mídias, torne-se conhecido, escreva artigos e divulgue-os.  Aprimore seu atendimento. O bom atendimento é fundamental para a fidelização de seu cliente e sinônimo de qualidade. Seu escritório é a sua marca e as pessoas estão cada vez mais exigentes. Portanto, diferenciais competitivos são  fundamentais para a sobrevivência no mercado, seja ele de qualquer segmento, mas ainda mais importante na área jurídica, onde a concorrência é cada dia mais acirrada.

A realidade do mundo exige mudanças, e a advocacia tem que estar preparada para ampliar sua visão, cativar seu cliente e ao mesmo tempo, tornar seu escritório atualizado e bem sucedido. Isso, obviamente, sendo remunerado corretamente.

Certa vez ouvi a expressão “Sooner or later, everybody gets its day in the court” (“cedo ou tarde, todo mundo tem seu dia no tribunal”) e então pensei que se existe uma gama muito grande de pessoas que estiveram, estão ou estarão submetidas ao seu empate jurídico ou, no contexto, seu “dia no tribunal”, por que o advogado não faz o que sabe fazer melhor – ajudar os clientes a sairem deste impasse – porém, sendo remunerado adequadamente pelo seu conhecimento e ação?

Aquele que atender perfeitamente às necessidades de seus clientes, ganhará a confiança e o respeito dos mesmos. E quem se importará em pagar um pouco mais para obter um serviço com garantia de qualidade e eficiência?

Um trabalho bem feito merece respeito e remuneração adequada, independente de mercado ou profissionais aventureiros.

Pense nisso!

Mariana Marques

Mariana Marques é analista de marketing, formada em Comunicação Social, Publicidade e Propaganda pela Universidade Nove de Julho. Atua hoje como gestora de conteúdo e eventos da Inrise Consultoria em Marketing Jurídico.

  Article "tagged" as:
  Categories:
ver mais artigos

Sobre o autor

Editor
Editor

Editor, Gerenciador de Conteúdo.

Ver mais artigos

Nenhum comentário!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Adicionar um Comentário

Expresse aqui sua opinião comentando.