Fim da exploração praticada pela Oab

Fim da exploração praticada pela Oab
março 30 17:04 2014 Imprimir este Artigo
Publicidade

Ilustres bacharéis, podemos dizer que o fruto de nossa luta começou a surgir, visto que na tarde de 26 de março vencemos uma batalha significativa, pois nesse dia foi aprovado a MP 627, onde o Deputado Eduardo Cunha acrescentou a isenção da taxa do exame de ordem, uma vitória que foi alcançada por 14 votos a favor e apenas 2 contra. Muitos acreditavam que se tratava de um “jabuti”, porém não era e, dessa forma faltaram informações para que atacassem a emenda, ficando essa como artigo 95 na MP 627.

Com isso, essa vitória marca o fim desse caça níqueis que devasta famílias e gera desemprego e miséria para muitos brasileiros, pois com o fim da arrecadação ilegal a OAB, com certeza, não terá interesse em mantê-lo uma vez que além de perder um faturamento de quase oitenta milhões anualmente sem ter que prestar contas dessa fortuna, ainda terá que bancar as custas para a aplicação da prova em todo o país.

A próxima batalha será no plenário da Câmara, portanto, temos que nos mobilizar nas redes sociais e enviar e-mails para todos os parlamentares de suas cidades exigindo que aprovem a medida na votação no plenário que será aberta, pois, entre os 513 deputados que votarão, há a bancada da OAB com 100 advogados e mesmo não sendo todos favoráveis ao exame, os que defendem essa prova farão um forte lobby no intuito de conseguirem votos dos demais parlamentares.

Nós da OBB temos feito nossa parte, porém, precisamos da união de todos, não só nossos membros, como também os demais bacharéis de todo o Brasil, onde pedimos que enviem e-mails aos parlamentares, postem no twitter, face book e demais veículos que tenham acesso.

Mobilizem-se nos próximos quatro dias, ou seja, nesta sexta, sábado, segunda e terça feira, pois os deputados estarão em suas bases cuidando de suas campanhas e temos que exigir como eleitores a aprovação da emenda proposta pelo Deputado Eduardo Cunha, visto que tal emenda não se trata de “jabuti”, inclusive com o parecer técnico da liderança do PT a respeito.

Caros membros, a preocupação da OAB é tamanha que, sem saber que a MP 627 seria aprovada na tarde do dia 26 do mês corrente, esteve presente em audiência pública defendendo o exame, um dia antes (25), essa que só tomamos conhecimento no dia que a mesma ocorreria e, não só a OBB, como também os demais movimentos sequer foram convidados, ficando os bacharéis sem nenhum representante na mesa entre os interessados no exame de ordem, porém, no mesmo dia (25) estivemos presentes mesmo não fazendo parte da mesa, defendendo a classe e levando a verdade. Na certa queriam enaltecer o exame para o dia seguinte, dia da votação da MP 627.

Passou da hora de acabarmos com a imoralidade e ilegalidade do exame da OAB, esse que gera uma fortuna sem sabermos o seu destino à custa do desemprego, da miséria e destruindo sonhos de centenas de milhares de brasileiros que são impedidos do trabalho digno por força de interesses de uma minoria.

VAMOS A LUTA QUE A VITÓRIA NUNCA ESTEVE TÃO PRÓXIMA.

Willyan Johnes

Ordem dos Bacharéis do Brasil

  Article "tagged" as:
  Categories:
ver mais artigos

Sobre o autor

Editor
Editor

Editor, Gerenciador de Conteúdo.

Ver mais artigos

Nenhum comentário!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Adicionar um Comentário

Expresse aqui sua opinião comentando.