Mídia monopolizada é um perigo para a democracia, diz secretária-geral do FNDC

Mídia monopolizada é um perigo para a democracia, diz secretária-geral do FNDC
outubro 16 19:46 2014 Imprimir este Artigo
Publicidade

Em entrevista ao Observatório, Renata Mielli comemora maior mobilização em torno da pauta. Semana de Luta pela Democratização da Comunicação mobiliza movimentos e organizações por legislação que impeça o monopólio e amplie a pluralidade na mídia brasileira

Por Nana Medeiros

Nesta sexta-feira, dia 17, acontece o Dia de Luta pela Democratização da Comunicação, ponto culminante da semana nacional de mobilizações em torno do tema. Além da coleta de assinaturas para dar suporte ao Projeto de Lei de Iniciativa (PLIP) Popular da Mídia Democrática, estão acontecendo panfletagens, debates, atos públicos, seminários, passeatas e protestos pelo fim do coronelismo eletrônico, entre outras ações em diversos estados.

Para Renata Mielli, secretária-geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), a importância do período é “unificar” movimentos e organizações para discutir o tema num mesmo período. “A cada ano, a cada fato político que envolve uma ação coordenada da mídia privada para atuar como partido político de oposição, os movimentos sociais vão percebendo o perigo que é pra democracia ter uma mídia monopolizada no Brasil”, destaca.

Clique aqui para continuar a leitura

___________________________________________________________________________________________ 

Projeto de lei prevê fim dos oligopólios de mídia no Brasil
Proposta de lei de iniciativa popular limita o número de emissoras controladas por um mesmo grupo e propõe regulamentação econômica da mídia. LEIA AQUI

_____________________________________________________________________________________

Lei da Mídia Democrática precisa de adesão popular
O Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Mídia Democrática, lançado no ano passado, precisa do apoio de 1,3 milhão de eleitores para começar a tramitar no Congresso Nacional. LEIA AQUI

_________________________________________________________________________________

Rumo ao Fórum Social Mundial 2015 em Túnis
A primavera árabe vive uma certa frustração e retrocesso. Com essa perspectiva, a próxima edição do Fórum Social Mundial, que se realizará novamente na capital de Túnis, entre 24 e 28 de março de 2015, redobra sua importância.LEIA AQUI

_________________________________________________________________________________

Representantes do Plebiscito Popular estão em Brasília para exigir aprovação da reforma política
O “sim” pela reforma política brasileira é a vontade da maioria das pessoas que participaram da campanha do Plebiscito Popular pela Constituinte, realizada em setembro deste ano por organizações e entidades da sociedade civil. LEIA AQUI

_________________________________________________________________________________

Com Congresso mais conservador, sindicalistas prometem fortalecer mobilização
No Dia Internacional do Trabalho Decente, centrais entregam carta à representação do Ministério do Trabalho em São Paulo reivindicando redução da jornada e fim do fator previdenciário. LEIA AQUI

_________________________________________________________________________________

 

QUEM SOMOS

Observatório da Sociedade Civil é um projeto que visa promover um ambiente mais favorável para a atuação das Organizações da Sociedade Civil, entidades fundamentais para a democracia brasileira ao promoverem a participação da população e o controle social das políticas públicas. Para esse fim, desenvolve atividades que visam aumentar a visibilidade das organizações, informando a população e qualificando o debate a respeito do tema, com especial atenção à mídia.

 

Acompanhe o Observatório:

Site: http://observatoriosc.wordpress.com/
Facebook: https://www.facebook.com/ObservatoriodaSociedadeCivil

  Article "tagged" as:
  Categories:
ver mais artigos

Sobre o autor

Editor
Editor

Editor, Gerenciador de Conteúdo.

Ver mais artigos

Nenhum comentário!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Adicionar um Comentário

Expresse aqui sua opinião comentando.