Google é processado na França. Motivo: utilização do termo “judeu”

Google é processado na França. Motivo: utilização do termo “judeu”
maio 02 13:52 2012 Imprimir este Artigo
Publicidade

Várias associações francesas processaram o Google para que ele deixe de associar de forma automática a palavra “judeu” aos nomes de personalidades pesquisadas pelos internautas. Para eles, a função “Suggest” (ferramenta de sugestão de buscas) gerou “a criação do que talvez seja o maior arquivo judeu da história”. Disponível no país desde 2008, o sistema permite sugerir o que o internauta procura, tendo como base, em parte, as buscas realizadas por outros internautas.

Em sua queixa, a União dos Estudantes Judeus da França, a Ação Internacional pela Justiça, a SOS Racismo e o Movimento contra o Racismo e pela Amizade entre os Povos alegam que “vários usuários da maior ferramenta de busca da França e do mundo se deparam diariamente com a associação não solicitada e quase sistemática do termo ‘judeu’ junto a nomes de pessoas de primeiro plano da política, da mídia e dos negócios.

Eles veem difundidos e intensificados da forma mais visualmente imediata o sentimento da onipresença dos judeus no comando da França”. Para as associações, o Google Suggest infringe a lei que proíbe a formação de arquivos étnicos.

Fonte: http://www.alefnews.com.br/Newsletter.htm

  Article "tagged" as:
  Categories:
ver mais artigos

Sobre o autor

Editor
Editor

Editor, Gerenciador de Conteúdo.

Ver mais artigos

Nenhum comentário!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Adicionar um Comentário

Expresse aqui sua opinião comentando.