Caminhoneiro condenado a reparar prejuízos causados em carro de advogada

Caminhoneiro condenado a reparar prejuízos causados em carro de advogada
setembro 26 09:00 2011 Imprimir este Artigo
Publicidade

A 4ª Câmara de Direito Civil do TJ condenou o caminhoneiro Amauri Zili da Costa ao pagamento de indenização no valor de R$ 3,7 mil, em benefício da advogada Ana Cristina de Oliveira. Ela trafegava pela BR-282, logo atrás do caminhão dirigido por Amauri, quando toras se desprenderam da carroceria do primeiro veículo e atingiram seu automóvel – um Uno Mille.

O motorista do caminhão não parou naquele momento. Foi interceptado mais tarde, por duas testemunhas, oportunidade em que assumiu a autoria do ocorrido e comprometeu-se a ressarcir os prejuízos. Como isso não ocorreu de forma espontânea, a advogada precisou ajuizar a ação, julgada improcedente em 1º grau por falta de provas. Na apelação ao TJ, entretanto, a advogada foi bem-sucedida.

“O conjunto probatório […] aponta que as toras de madeira se desprenderam do caminhão de Amauri, o qual não parou no momento do acidente e, adiante, depois de abordado e identificado por duas testemunhas, confirmou ser o responsável pelo evento. Isto, somado à informação de que assumiu o encargo de ressarcir os danos perante o colega da autora, leva à conclusão de que é o causador do prejuízo e tem o dever de repará-lo”, afirmou o desembargador Victor Ferreira. A decisão foi unânime (Apelação Cível n. 2007.027503-1).

Fonte: TJSC
Mais: www.direitolegal.org

  Article "tagged" as:
  Categories:
ver mais artigos

Sobre o autor

Editor
Editor

Editor, Gerenciador de Conteúdo.

Ver mais artigos

Nenhum comentário!

Você pode ser o primeiro a iniciar uma conversa.

Adicionar um Comentário

Expresse aqui sua opinião comentando.