Artigos

Famílias podem receber auxílio para cuidar de idosos

Famílias podem receber auxílio para cuidar de idosos

Ajuda extra para os cuidados necessários do idoso em casa

Os cuidados devem ser constantes em qualquer fase da vida, mas é fato que a terceira idade exige mais atenção. Ter um idoso doente em casa ou que já esteja há tempos em uma situação delicada, e, muitas vezes inesperada requer algumas mudanças na rotina da família. Em virtude disso, as famílias com renda mensal per capita igual ou inferior a um salário mínimo podem receber auxílio financeiro para ajudar nos cuidados dos idosos.

O que muitas pessoas ainda não sabem, é que os idosos com 65 anos ou mais podem receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que assegura um salário mínimo mensal para a família que mantém sob seus cuidados pessoa nessa faixa etária. De acordo com a Dra. Patrícia Zanotti, advogada do (editado), esse é um mecanismo de proteção à velhice que garante assistência necessária para os cuidados durante esta fase. “O pagamento de um salário mínimo mensal para as famílias, já é uma ajuda para custear algumas despesas do idoso, como remédios, terapias, passeios. É importante alertar que com ajuda desse auxílio, podemos diminuir o grande número de idosos que vivem em asilos ou instituições em condições precárias” alerta.

A família beneficiada deve empregar o dinheiro ao uso exclusivo da saúde e bem estar do idoso, sob pena de responsabilização civil. O BPC é um direito assegurado pela Constituição Federal, e o direito ao benefício está amparado também na Lei 10.741/03, que institui o Estatudo do Idoso. É importante salientar que a família deve comunicar em até 30 dias às autoridades caso haja falecimento do idoso que estava sob seus cuidados.

“Devemos deixar claro que o benefício deixa de ser pago quando há aumento das condições de renda per capita da família ou pela morte do beneficiário. O benefício assistencial é intransferível, portanto, não gera pensão aos dependentes”, aponta a Dra. Patrícia Zanotti.

18 Comments

18 Comments

  1. marise

    11 de fevereiro de 2016 at 15:08

    me chamo marise, meu filho tem hidrocefalia congenita,tenho direito a esse auxilio,pois nao posso trabalhar pra cuidar dele.

  2. maria das dores pereira

    2 de fevereiro de 2016 at 17:50

    oi boa noite! eu gostaria de saber si tenho direito de receber este benéficio pois estou cuidando do meu pai que foi largado pela primeira família. ele esta acamado não anda e debilitado com varios problemas de saúde. eu sou divorciada tenho duas filhas uma de 11 anos outra de 09. sou do boucista família e não posso trabalhar,pois ele e completamente dependente de meus cuidados. inclusivé ele não tem um documento da medica que cuidava dele para eu comprar fraudas na fármarcia popular.

  3. eliete gome dos

    29 de janeiro de 2016 at 15:32

    Boa tarde me chamo eliete gomes dos santos cuidava de irmao

  4. Iara

    27 de janeiro de 2016 at 18:11

    Minha mãe tem 83 anos e não pode morar sozinha, por isso gostaria de saber onde e como adquirir esse benefício sem precisar de um advogado.

  5. maria de Fatima pereira delgado

    22 de janeiro de 2016 at 14:34

    Eu sou Maria de Fátima sou cuidadora de meu esposo que tem 70 anos operado de cancer usa bolsa de colostomia e do lado esquerdo uma bolsa de estomia ele tem beneficio de 3 salarios minimos e não posso trabalhar fora por esse motivo;gostaria de saber se tenho direito a esse beneficio como cuidadora de meu esposo eu Maria de Fátima tenho 52 anos,aguardo sua resposta.

  6. maria de Fatima pereira delgado

    22 de janeiro de 2016 at 14:15

    meu esposo tem 70 anos eu cuido dele eu tenho direito auxilio eu não posso trabalhar meu esposo simtrata de cançer eu sou acuidadora do meu esposo eu tenho este direito meu nome e Maria de fatima

  7. carmen corona loss franzini

    16 de janeiro de 2016 at 12:03

    Sou Carmen minha mãe com 90 anos sofreu uma queda e esta acamada. fraturou o fêmur. Eu, com 66 anos cuido dela, de um senhor com 69 anos e um deficiente com 52 anos que perdeu uma das pernas e tem pressão alta continua que não abaixa com losartana e captropil. O mesmo não pode morar sozinho, por isso trouxe-o para morar em minha casa. Mamãe necessita de cuidados contínuos pois esta imóvel. Necessito de ajudante para cuidar dela. Preciso de cadeira de banho e cama hospitalar.

  8. o nome do meu marido acamado e jose gomes da silva

    7 de janeiro de 2016 at 22:58

    o meu marido precisa muinto di cuidado tevi uma avc ele emfartou deu dois coago na cabeça tevi uma e moragia muinto forte mais com a graça di deus ele sobreviveu mais eu uso muinta frada nele remedio e muinto mais ele ganha acima di um salario mais imfelimente nao da adipeza e muinto grandi precizamos muinto di ajuda com ugencia ja que ele tem direito a uma ajuda porque nos precizamos muintocomo farço para receber esta ajuda o que qui preciza vou fica a quadando a sua resposta tem mes que as frada nem da pra tira o mes i e muinto ruim hoje tenho um problema de coluna muinto cerio so di botar pesso com ele ele tem quarto ano que nao anda porfavor nos ajuda precizamos muinto di ajuda um abraço

  9. damiana mariana

    6 de janeiro de 2016 at 14:33

    cuido da minha sogra a mais de seis anos sera que tenho direito algum beneficio

  10. tereza defatima de sa

    3 de dezembro de 2015 at 13:58

    eu cuido da minha mãe onde procuro essa ajuda

    • Rosemere de Paula Crovato

      27 de dezembro de 2015 at 13:02

      Cuido do meu pai se 85 anos a uns 3 anos.como faço para receber o auxílio de cuidador de idoso.nunca recebi por isso.quanto vou receber?

  11. Marta Maria Pinheiro Lima

    31 de outubro de 2015 at 15:57

    Eu também estou nesta situação.. cuidando dos meus pais e desempregada e fpior, ficando sem saude pra continuar… tenho joelho operado e problemas na coluna.. como eu recorro a este auxilio? Onde recorro? o que preciso de documento para provar este estado que vivo?

    • Sonia Maria Monteiro Albino

      3 de dezembro de 2015 at 0:04

      Tenho uma mãe com 88 anos. Há 3 anos ela caiu na rua , quebrou o fêmur e colocou uma prótese. Desde então parei de trabalhar pq ela não andava e eu tinha que fazer tudo, pois sou filha única. Hj ela anda,mas está com catarata e quase cega e não tenho como trabalhar e deixá-la em casa sozinha o dia todo. O que ela ganha vai tudo em farmácia, plano de saúde ( que está caro devido a idade) e as contas normais do mês: luz, telefone, condomínio,etc… Soube que uma sobrinha da minha tia está tomando conta da mãe e está ganhando um salário a mais na pensão da mãe, para os custos que ela tem. Gostaria de saber se tenho direito a alguma ajuda também. Obrigada.

  12. carmen silvia garcia de oliveira

    25 de outubro de 2015 at 11:18

    Cuido de minha avó com 98 anos e ostomizada. Ela tem uma filha de 72 anos que se nega cuidar porque diz ter nojo da hostomia, tem 5 netos, 6 bisnetos maiores e capazes. Dos netos apenas 1 não tem condições nem financeiras e nem disponibilidade porque mora em Curitiba e cuida de uma filha pequena de 10 anos. Ninguém fica com ela nenhum dia do ano, então gostaria de saber se posso junto ao ministério público pleitear uma mesada ,que seja depositada judicialmente, para que quando eu necessitar sair ou viajar tenha como pagar uma casa de repouso. Eu estou necessitando de descanso psicologico e meu casamento está muito prejudicado, pois estamos vivendo há 08 anos em função de minha avó.Se tivessem que pagar cuidador, seriam 3, porque cada 12 horas um e 1 folguista, então como só eu cuido acho justo que esse valor seja dividido e depositado em juizo mensalmente para mim, pois não posso sair para trabalhar.Sou professora do ensino médio e universidade filosofia, mas não posso pagar empregado doméstico tão pouco cuidadores.
    Como posso proceder? Grata

  13. Maria helena Lopes Braga

    27 de julho de 2015 at 23:28

    Estou também na mesma situação parei de trabalhar pra cuidar de minha mãe que sofreu 2 AVC e esta com depressão e mal de halzaime ela e acamada recebe um salario minimo e eu não recebo nada gostaria de saber se eu tenho direito da ajuda do governo pra cuidar de minha mãe pois não quero coloca la no azilo

  14. edeusa ferreira de araujo

    25 de junho de 2015 at 22:19

    tomo conta da minha máe com 91 anos teve avc e recebe o beneficio de um salário mínino, eu não tenho renda nenhuma e não posso trabalhar, porque teria que botá-la no asilo, tenho 54 anos e ela é totalmente dependente. Tenho direito de receber um salário mínino.me ejude nisso pois não sei o que fazer.

    • rosângela

      2 de julho de 2015 at 21:29

      Minha mãe tbm e acamada e teve avc .marque com uma assistente social de um posto de saúde mais próximo de sua casa. vc tem sim direito a um benefício . Não sei se e um salário mínimo. Eu fiquei sabendo e ja marquei com uma assistente social.

      • Júlio Carlos Castello Branco Carahy

        2 de janeiro de 2016 at 22:43

        Eu sou Júlio carlos e cuido de minha e meu pai,ambos com 86 anos como posso fazer para receber esse auxílio,pois não posso trabalhar,não posso por que ambos são incapazes se assim que devemos chamar.Minha mãe é acamada não se movimenta,e meu pai tem alzhaimer.Quero saber como posso ter esse benefício?

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

destaque

To Top