Denúnciar

Ana Rita Tavares descobre fábrica de animais próxima a Feira de Santana

Denúncia partiu de protetores e delegado da região

Cachorro-preso

Na manhã desta terça-feira, a ativista, protetora de animais e vereadora Ana Rita Tavares recebeu uma denúncia da sua amiga e colega Carolina Buceni, presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB de Feira de Santana, para contar com sua ajuda na libertação de animais aprisionados em estado de total abandono em um sítio próximo à localidade.

A descoberta da situação partiu do delegado de polícia de Conceição de Feira, Gustavo Coutinho. Em perseguição policial, Coutinho encontrou o local em estado de miséria, onde vivam quase 50 animais mal tratados e largados em meio a fezes, insetos e sujeira. O dono do sítio criava os animais para reprodução e comercialização de filhotes, isolando os cachorros, que eram mantidos em correntes presas no teto e não conseguiam nem sentar, configurando uma fábrica de animais.

Cachoro-Sofrido

Assim que recebeu a denúncia, Ana Rita Tavares foi ao local acompanhada da sua equipe e se deparou com uma situação de desgraça, com animais doentes, esqueléticos, jogados na sujeira, presos e isolados de forma indevida. Quase não existia alimentação para os animais, que recebiam do dono do local, foragido, dois sacos de ração por semana para dar conta de todos os bichos. Animais de raça, de grande porte, foram encontrados esquálidos e sem chances de salvação.
Chow Chow, Dog Alemão, ShitZu, Fila Brasileiro, Pequenes, Labrador com filhotes estavam confinados em quartos minúsculos, sem receber assistência e alimentação, para exploração. Segundo Ana Rita Tavares, que também é advogada e está cuidando pessoalmente do resgate e atendimento veterinário dos animais, o caso é configurado como crime de maus tratos, previsto no artigo 32, da lei 9.605, e cabe também como crime contra saúde pública. Os animais já foram entregues a UNIMAIS, ONG de defesa dos animais, mediante um auto de deposito pra que pudessem ser socorridos, levados ao veterinário com urgência, pois eles estavam prestes a morrer.

Comentar

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

destaque

To Top