Primeira Instância

Sadia consegue na justiça suspensão do comercial da Seara

Decisão da 33ª Vara Cível da Capital determinou, em antecipação de tutela, a suspensão imediata da campanha publicitária de uma empresa do setor alimentício que induziria o consumidor a associar seu produto à marca concorrente. A decisão engloba todas as mídias e, em caso de descumprimento, foi fixada multa diária de R$ 50 mil.

A empresa autora da ação alegou que a concorrente utilizou a letra S, presente em todos os seus comerciais, para enganar o consumidor, o que configuraria concorrência desleal. A letra está no nome das duas marcas, mas só no final do comercial é revelado a qual delas o produto pertence.

Para o juiz Douglas Iecco Ravacci a comparação promovida pela campanha, embora não pejorativa, se apoia no sucesso obtido pela rival. “Acaba por se aproveitar dos sucessos alcançados com as peças publicitárias anteriores, calcadas nesse slogan, para divulgar seu produto, em prejuízo do semelhante da autora”, disse.

 

Processo nº 106.7726.43.2015.8.26.0100

 

Fonte: TJSP

Cabe recurso da decisão.

1 Comment

1 Comment

  1. V. Ventura

    23 de julho de 2015 at 9:35

    Achei um tanto quanto exagerada a decisão, mas enfim…

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

destaque

To Top