Eliana Calmon defende reforma e diz que o povo está indignado com os profissionais da política

Publicado por: redação
01/07/2014 07:50 AM
Exibições: 266
A candidata ao Senado Federal pelo PSB, Eliana Calmon, avaliou o sistema eleitoral brasileiro como “muito perverso”. Para a ministra, falta aos políticos profissionais da atualidade o comprometimento ideológico. “Os nossos políticos trocam de partido como quem troca de camisa”, comparou. Para Eliana Calmon, já passou da hora de ser feita no país uma reforma na legislação eleitoral brasileira. “Os jovens, e tudo que pode representar uma renovação na política brasileira, não têm chance. O sistema eleitoral que aí está organizado só serve para reeleger os mesmos ou eleger os comparsas deles”, disse.

De acordo com a ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça (STJ), para que esta situação seja combatida, é necessário que haja mudanças nos modos como são financiadas as campanhas eleitorais, na distribuição do tempo de propaganda partidária e nos próprios partidos políticos. “As pessoas de bem estão se afastando cada vez mais da política e deixando espaço para que os aventureiros da política se instalem. Isto não pode mais acontecer. Precisamos fazer uma reintegração de posse da política brasileira”, concluiu a ministra.

As declarações da ministra foram dadas, hoje à tarde, em entrevista a rádios de Miguel Calmon e Jacobina, no Piemonte da Chapada. Eliana Calmon está na região a convite da Ordem dos Advogados do Brasil para ministrar palestra sobre o poder judiciário e o combate à corrupção.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias: