Tribunal Penal Internacional emite mandados de prisão contra militares russos

Publicado por: redação
05/03/2024 04:27 PM
Exibições: 229
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela

Comandantes militares russos são acusados de crimes durante campanha de ataques à infraestrutura elétrica ucraniana.

 

A Câmara de Pré-Julgamento do Tribunal Penal Internacional deliberou, em 5 de março de 2024, sobre a emissão de mandados de prisão para dois indivíduos, Serhiy Ivanovich Kobylash e Viktor Kindratovich Sokolov. Ambos são acusados de supostos crimes relacionados aos ataques com mísseis ocorridos na Ucrânia entre 10 de outubro de 2022 e 9 de março de 2023. O Tribunal emitiu os mandados com base nos pedidos apresentados pelo Ministério Público.

 

Os suspeitos, o comandante da aviação de longo alcance da Rússia, Serhiy Kobylash, e o comandante da Frota do Mar Negro, Viktor Sokolov, são apontados como responsáveis pelos ataques que visaram a infraestrutura elétrica ucraniana. A campanha de ataques envolveu centrais elétricas e subestações, realizados pelas forças armadas russas em várias regiões da Ucrânia.

 

A Câmara de Instrução destacou que há motivos suficientes para acreditar que os alegados ataques foram direcionados contra bens civis. Além disso, observou que os danos causados à população civil e aos objetos militares durante os ataques foram considerados claramente excessivos em comparação com a vantagem militar esperada.

 

Vale ressaltar que Viktor Sokolov, comandante da Frota do Mar Negro da Federação Russa, foi anunciado morto pelas Forças de Operações Especiais (SSO) em 25 de setembro de 2023, resultante de um ataque de mísseis das Forças Armadas.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias:
Tags:

Mais vídeos relacionados