Publicidade prefere a internet em detrimentos de outras mídias

Publicado por: redação
17/06/2010 10:46 PM
Exibições: 125

As redes sociais estariam substituindo os veículos segmentados?

 

Na semana passada, a Zenith Opitmedia divulgou dados revelando que a internet já ultrapassa as revistas impressas, reunindo mais de 12% de toda a verba de publicidade investida em 2009 - cerca de US$ 55 bilhões. As revistas caíram para o quarto lugar entre os meios de comunicação, atraindo pouco mais de 10% do orçamento total.

 

Flávio Luizetto, Gerente de Operações da WEBTraffic, empresa especializada em marketing on-line e uma das líderes de mercado no segmento de SEM (Search Engine Marketing), vê o gasto do consumidor como fator decisivo neste contexto. "A internet não tem custo de aquisição. O conteúdo é aberto a todos, basta haver interesse", comenta.

 

Do lado do anunciante, Luizetto cita a liberdade quanto ao conteúdo: "A web dá autonomia para o anunciante. Ele pode alterar a informação ou a veiculação de acordo com o resultado que está tendo, real time. A revista, uma vez publicada, só oferece possibilidade de mudanças na próxima edição", afirma.

 

Flávio explica que as mídias sociais permitem uma segmentação de público bem mais profunda. "A internet, com as redes sociais, permite a 'segmentação da segmentação'. Trabalhamos com nichos de mercado muito mais focados. A segmentação não tem custo, tem base no planejamento - se ele é assertivo ou não. Na revista, quanto mais segmentada for sua ação, mais cara ela será", acrescenta.

 

Como exemplo, o Gerente de Operações cita as ações de vanguarda da WEBTraffic para a Suzano Papel e Celulose, que foi uma das primeiras empresas a realizar este tipo de relacionamento com o público. "Trabalhamos ações em Orkut e Facebook, além de blogs, possibilitando que a empresa se posicione como uma indústria altamente preocupada com o meio ambiente e com o usuário final", relata.

 

Seguindo esta tendência, o Twitter acaba de anunciar que, pela primeira vez, vai permitir a veiculação de propaganda no site. Serão mensagens não tradicionais, "que reflitam o estilo dos usuários" e façam parte das conversas no site.

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias:
Tags:

Mais vídeos relacionados