Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, segue para a Bahia

Publicado por: redação
26/09/2010 10:00 PM
Exibições: 36

Presidente do TSE viaja a Bahia para acompanhar os preparativos das eleições no 4º maior colégio eleitoral

Nesta segunda o ministro Ricardo Lewandowski, presidente do TSE, segue para a Bahia, onde se reunirá com juízes eleitorais do estado e o presidente do TRE-BA, desembargador Mário Alberto Simões Hirs. Após a reunião, marcada para as 14 horas na sede da corte regional, Lewandowski responde perguntas dos jornalistas da imprensa baiana.

A visita institucional ao TRE baiano é a última que ocorrerá antes do primeiro turno das eleições 2010 e serve para acompanhar os preparativos do tribunal responsável pelo 4º maior eleitorado do país para as eleições. A Bahia tem mais de 9,5 milhões de eleitores, o que representa 7% do total nacional. O presidente do TSE já visitou 18 Tribunais Regionais Eleitorais, sendo o da Bahia o décimo nono.

O objetivo das reuniões é conhecer a realidade e as dificuldades que cada estado e o DF enfrentam para a realização das eleições. Já houve reuniões no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul, Ceará, Rio Grande do Norte, Pará, Amazonas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amapá, Sergipe, Pernambuco, Alagoas e Espírito Santo.

Alguns estados foram escolhidos em razão de peculiaridades, como Alagoas e Pernambuco com cidades arrasadas pelas chuvas e inundações. Milhares de pessoas ficaram desabrigadas e sem documentos, além de cartórios eleitorais e locais de votação, como escolas, que foram destruídos. Nas localidades atingidas, a Justiça Eleitoral se mobilizou para montar locais de votação e emitir novos documentos aos eleitores.

A visita do presidente do TSE ao estado de Sergipe foi motivada por um atentado contra o presidente do TRE daquele estado. Já no Amapá o ministro Lewandowski foi acompanhar a situação da política local, depois que o governador do estado e o ex-governador foram presos em decorrência de denúncias de desvio de recursos públicos. Em Goiás, o presidente do TSE participou de uma audiência pública realizada na cidade histórica de Pirenópolis, onde defendeu eleições limpas e o voto consciente dos eleitores.

Ontem, sexta-feira (24), o ministro Ricardo Lewandowski conheceu o programa de ética e transparência eleitoral (Prete) criado pelo TRE capixaba. O programa é um movimento contra a corrupção e a compra de votos nas eleições, além da realização de atos públicos com a finalidade conscientizar o eleitor da importância de exercer o direito ao voto. Segundo o presidente do TRE-ES, desembargador Pedro Valls Feu Rosa, o Prete tem custo extremamente reduzido para a Justiça Eleitoral, pois tem ampla participação da sociedade civil organizada.

AR/LF

Fonte: Artigo enviado por Luiz Felipe
http://agencia.tse.gov.br/sadAdmAgencia/noticiaSearch.do?acao=get&id=1333455

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias:
Tags: