Geral

IAB manifesta apoio ao Conselho Nacional de Justiça

O IAB defende que a atuação do CNJ está contribuindo para maior credibilidade, confiança e eficiência do Poder Judiciário, um dos pilares do sistema democrático. A entidade ressalta que “o juiz deve ter uma conduta pública e privada exemplar, sem desvios”, sendo mais grave a ofensa quando magistrados praticam ilícitos.

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) aprovou manifesto contra a redução de qualquer dos poderes atribuídos pela Constituição ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  O IAB lembra que o CNJ já puniu 35 desembargadores e investiga outros 15 acusados de irregularidades, tais como, venda de sentença, desvio de verbas, apropriação de patrimônio público e formação de quadrilha. Para o IAB, “é de estarrecer que, entre os autores de tais crimes, encontram-se presidentes de tribunais e até corregedores de justiça, aos quais competia a investigação de irregularidades que, eles próprios, praticaram.”
O IAB defende que a atuação do CNJ está contribuindo para maior credibilidade, confiança e eficiência do Poder Judiciário, um dos pilares do sistema democrático.

A entidade ressalta que “o juiz deve ter uma conduta pública e privada exemplar, sem desvios”, sendo mais grave a ofensa quando magistrados praticam ilícitos.

Comentar

You must be logged in to post a comment Login

Comentar

destaque

To Top