Pedestre imprudente tem culpa exclusiva em atropelamento

Na avaliação do Desembargador Luiz Roberto Imperatore de Assis Brasil, relator do acórdão, não há razão para alteração da senteça. Segundo ele, a prova testemunhal não se presta por si só para amparar a versão do autor no sentido de que atravessava o corredor de ônibus pela faixa de pedestres quando foi colhido pelo coletivo da empresa, que vinha em excesso de velocidade

Ler mais

Familiares de vítima atropelada em faixa de pedestres recebem indenização

“[…] a morte da esposa e sua repercussão aos familiares, especialmente ao esposo, já idoso, é de alta consideração, ante a sua gravidade, abalo e tristeza. O ato de interrupção da vida […] por terceiro representa, sem sombra de dúvidas, conduta que merece reprovação e imposição de severa penalidade”, finalizou o magistrado. A decisão foi unânime (Apelação Cível n. 2010.008421-0).

Ler mais

Familiares de vítima atropelada em faixa de pedestres recebem indenização

“[…] a morte da esposa e sua repercussão aos familiares, especialmente ao esposo, já idoso, é de alta consideração, ante a sua gravidade, abalo e tristeza. O ato de interrupção da vida […] por terceiro representa, sem sombra de dúvidas, conduta que merece reprovação e imposição de severa penalidade”, finalizou o magistrado. A decisão foi unânime (Apelação Cível n. 2010.008421-0).

Ler mais

Culpa de ciclista por atropelamento isenta motorista de indenizar família

O condutor do veículo alegou que, em noite chuvosa, não conseguiu desviar de Neri, que estava caído no meio de rua mal iluminada. A família pediu indenização por danos morais e materiais a Fernando e também a Adilson, proprietário do veículo. Na análise do mérito, porém, a câmara considerou os dados do boletim de ocorrência, que confirmaram os fatos apontados pelo motorista em sua defesa

Ler mais

Condutor não é responsável por atropelamento de pedestre imprudente, diz TJSC

“Compete ao pedestre tomar as cautelas necessárias para a travessia de via pública, não podendo o condutor de veículo que trafega normalmente pela via de trânsito rápido ser responsabilizado pelo atropelamento do pedestre que imprudentemente adentra na pista de rolamento, em razão da culpa exclusiva deste pelo evento danoso”, concluiu o relator da matéria, desembargador substituto Saul Steil. A votação foi unânime (Ap. Cív. n. 2011.043409-2).

Ler mais