Juiz condena colégio a pagar indenização de R$ 12 mil por danos morais

Em maio daquele ano, F.C.A. efetuou o pagamento da dívida junto ao escritório de advocacia contratado pelo colégio, inclusive com juros e honorários advocatícios. Porém, ao tentar novamente realizar compras a prazo, F.C.A. descobriu que seu nome ainda estava com restrição de crédito, pois o colégio não havia excluído seu nome do SPC.

Ler mais

Santander Banespa S/A é condenado a pagar indenização por danos morais

Consta nos autos que, em março de 2007, ao tentar abrir uma conta corrente em outro banco, R.A.R. recebeu a informação de que seu nome estava inscrito no cadastro de proteção ao crédito desde dezembro do ano anterior. O motivo seria uma pendência bancária registrada pelo Santander Banespa, no valor de R$ 7.056,67.

Ler mais